quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O amor antigo vive de si mesmo, não de cultivo alheio ou de presença. Nada exige nem pede. Nada espera, mas do destino vão nega a sentença. O amor antigo tem raízes fundas, feitas de sofrimento e de beleza. Por aquelas mergulha no infinito, e por estas suplanta a natureza. Se em toda parte o tempo desmorona aquilo que foi grande e deslumbrante, o antigo amor, porém, nunca fenece e a cada dia surge mais amante. Mais ardente, mas pobre de esperança. Mais triste? Não. Ele venceu a dor, e resplandece no seu canto obscuro, tanto mais velho quanto mais amor.

Um comentário:

  1. Bom dia..

    Deixando uma parte das Escrituras, sem motivo especifico por ter deixado no seu blogger, mas especifico para que leia simplesmente pela leitura das Escrituras de Deus, que sempre fala ao nosso SER, e nos traz a salvação.



    Evangelho de João cap.5

    34 Eu, porém, não recebo testemunho de homem; mas digo isto, para que vos salveis.

    37 E o Pai, que me enviou, ele mesmo testificou de mim. Vós nunca ouvistes a sua voz, nem vistes o seu parecer.
    38 E a sua palavra não permanece em vós, porque naquele que ele enviou não credes vós.
    39 Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;
    40 E não quereis vir a mim para terdes vida.
    41 Eu não recebo glória dos homens;
    42 Mas bem vos conheço, que não tendes em vós o amor de Deus.
    43 Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis.
    44 Como podeis vós crer, recebendo honra uns dos outros, e não buscando a honra que vem só de Deus?
    45 Não cuideis que eu vos hei de acusar para com o Pai. Há um que vos acusa, Moisés, em quem vós esperais.
    46 Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele.
    47 Mas, se não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?

    Abraços..

    Jesus Cristo te Ama!

    ResponderExcluir