domingo, 30 de maio de 2010

amores que matam.



Eu me contento com tão pouco, me dê um dia normal sem preocupações, uma cama quente, algo doce, um abraço forte, e um ,só, um fio de amor .

sábado, 29 de maio de 2010

,

E eu me confundo ainda mais em meus sentimentos, tudo que eu queria era que pudesse dar certo, mas pra que continuar se eu sei o final, por mim não teria final, talvez eu tenha errado, mas você errou mais ainda, quando disse que ia me deixar, e achou que eu choraria meses por você, se enganou eu posso ser uma garota apaixonada, mas idiota? idiota não! Eu sei bem até onde eu posso ir por alguém, e por você? Não dá mais, se eu for mais um pouco por você, eu vou cair, e eu sempre gostei de ficar por cima.

amoor


E todos querem que você entenda a verdade sobre o amor, mas eles não se preocupam com a verdade que você tem. Nem todo mundo sente a mesma coisa, nem todo apaixonado é bobo, e nem todo amor é impossível.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Página arrancada.


Hoje eu cheguei em uma conclusão sobre o meu humor: Quando ele não sofre alterações por causa da TPM e seus hormônios, o mundo resolve conspirar contra ele. Juro. Mal levantei da cama de manha (digo de manha, leia-se 12h30min) e não tinha acúcar pra adoça o suco, fui almoçar e não tinha NADA, definivamente NADA que eu gostava, fui obrigada a ir andando na costureira que mora milhas e milhas de distancia de mim e chegando lá ela não estava.. Fora agora pouco, meu amigo quase me pedindo em casamento ontem, e fui perguntar o que ele fez hoje recebo um "Ta ai uma coisa que eu odeio que me pergunte". E eu magoei com isso.

Lunática.


A chuva vai caindo na cidade e o vento frio provocava certo arrepio na face em quem passava por ali. Era noite e as luzes da cidade iluminavam o mais belo cenário. As luzes dos carros eram facilmente confundidas com as luzes das casas, dos prédios e dos semáforos.

Era difícil enxergar as pessoas passando na rua, pois a chuva e o frio eram intensos e não davam descanso algum. Mas eu gostava disso. Na verdade, eu sempre fui considerada estranha por achar beleza no inverno ou nos dias de chuva. Ou, quando os dois — para minha felicidade e infelicidade dos outros — resolviam se encontrar juntos. Eu claro, pouco me importava com o que diriam as outras pessoas queria e contava os dias para quando chegavam às duas estações frias do ano.

Quem visse aquela garota no meio da chuva, andando pela rua àquela hora da noite, poderia pensar que em estado normal ela não estava. E eu, sabia que os que não eram, eram os outros, por não apreciarem esse espetáculo. Nunca houve uma concordância entre os meus gostos e os das outras pessoas. Pelo menos as que conviviam comigo.

Por um lado eu achava isso bom, era bom gostar de coisas que tinham significado somente para mim. Era meu frio, meus filmes, meu nariz vermelho, minha alegria ao sentir o vento gelado em mim. E ponto. Assim estava bem. E por outro era ruim estar sempre fora dos assuntos, não que eu fizesse questão de tagarelar horas a fio com alguém, mas não era do meu gosto parecer com alguém que o gato havia comido a língua.

Mas aonde eu quero chegar com essa ladainha barata, não é mesmo? Não falei de sentimento algum, de tragédia ou final feliz algum agora até agora e isso deve estar irritando você. Ou não, não sei. Não o conheço para ter real certeza.

Frio e chuva são coisas que geralmente as outras pessoas querem passá-lo tendo um alguém para dormir abraçado. Eu não tenho e não sinto falta, pelo menos ainda não. Na verdade seria bom se nós falássemos um pouco de solidão. Minha melhor amiga há muito tempo vêem sendo essa solidão. E não que ela seja uma amiga boa, mas às vezes não nos são dadas opções maiores. Mas farei aqui uma confissão, eu até gosto dela. É difícil acreditar em mim falando desse modo, eu sei.

Não sei mais o que escrevo aqui e não sei o rumo que tudo isso tomou, mas não são todas as coisas na vida que tomam o rumo que queremos e disso, eu sei bem. Tanto tempo vivendo sempre a mesma história e ainda não me acostumei. Preciso de paciência e um ponto de esperança, aquela luz no fim do túnel, quem sabe. Quem sabe. Acho que esse foi o texto mais estranho que eu já escrevi.

Imaginem vocês, estou sentada olhando a chuva cair e desejando estar embaixo dela, devaneando uma imagem minha nessa noite escura e fria, uma imagem que me coloca no meio da rua, com tanta alegria contemplando a chuva. E ficam somente em imaginação e fantasia. Mas tudo que loucamente aqui registro fazem parte de alguma parte de mim que pede por socorro urgentemente. Talvez esse texto tenha servido de um desabafo ou apenas não tenha passado de um louco sonho.

Só sei que ao acordar eu vou estar melhor e ainda estará fazendo o frio que tanto me faz bem. Essa é minha única certeza.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

.


milhares de sentimentos se confundem dentro de um só coração!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Saudades não devia me fazer mudar.

Algumas vezes eu penso no porque de não ter dado certo, eu lembro de você me perguntando o porque de não conseguirmos nos manter juntos, quando nos queríamos tanto, eu lembro de você me dizendo tudo que eu tanto esperei, lembro de prometer que seria a última vez que você conseguiria me causar alguma coisa, eu lembro das partes ruins, e de por isso não poder voltar a querer você, desisti, mas isso não me faz não ter saudades, não pensar em te trazer de volta, não me arrepender por não ter tentado um pouco mais.

Eu esqueço todas minhas dores, esqueço o tempo que perdi, eu esqueço todos os outros, nenhum consegue dominar tudo em mim, como você conseguiu, eu te amei mais do que eu podia, eu errei de tanto desejar que fosse meu.

Não dá pra retornar pro já não existe mais, eu apaguei o caminho de volta, eu desisti de fazer isso dar certo, quando desisti de fazer qualquer coisa que não fosse só minha dar certo, eu anulei uma parte de mim, pra tirar tudo de você, mas não consegui.

Quando eu penso no que passou, eu penso se te causei, o que mesmo que você causou em mim, se algum momento você sentiu o mesmo que eu senti, eu sempre disse aonde me doía, eu escrevi teus erros, eu me fiz vítima das minhas próprias fantasias, mas eu nunca soube o que acontecia na sua vida, eu nunca soube os seus medos, eu te quis tanto sem nunca querer saber mais do que você queria. Perdoa eu não cuidar das suas dores, eu não me colocar no seu lugar em nenhum momento, em me fechar no meu mundo e esquecer que você tinha uma vida também, e que ela ia muito além de mim, eu sinto muito por saber que eu nunca te ajudei, que nunca me viu como uma amiga, esse é o motivo, como podia ter sido sua amante, sem nunca ter sido sua cúmplice.

Mudei tanto depois de você, eu passei a querer tão pouco, passei a não me importar, tanta gente entrou na minha vida desde você, eu esqueci o que achava certo, pra me anestesiar em coisas tão mais fáceis de conseguir, eu fui o que me neguei tanto a ser, eu sou o oposto do que eu queria ter sido pra você.



A porta está aberta agora.

O que eu escrevo aqui é o exagero de tudo que eu sinto, aqui eu posso contar as minhas histórias do jeito que eu quero que elas sejam, nem sempre, ou normalmente elas acontecem exatamente como eu exponho, muito eu aumento, muito eu escondo, existem tantas coisas que eu quero esquecer, que colocar aqui seria sofrer duas, três, dez vezes, seria relembrar e sentir doer um pouquinho a cada vez que eu relesse.

Quem me lê nos meus textos, que muitas vezes perdem o sentido algumas horas depois de escritos, não me conhece, a maioria pelo menos não tem ideia de quem eu seja, porque poder escrever o que quiser sem reprovações ou questionamentos é tudo que eu preciso, eu não quero que ninguém se ache em algum texto e se sinta mal com isso, eu escrevo sem permissão, por isso meus personagens não tem nome e talvez eu continue assim sempre, guardando o mais importante só pra mim.

Hoje eu acordei com tanta coisa pra dizer, mas veio o pensamento que dessa vez o interessado vai ler, e eu não queria que lesse, não queria pensar em você passando os olhos em uma coisa tão minha, sobre você. Também quis escrever de outras pessoa, de outra pessoa, trazer pra cá o que pesa demais andando o tempo todo do meu lado, eu gosto de alguém sem rosto, sem gosto, sem cheiro, eu gosto de um vazio enorme que eu ando enchendo de coisinhas, pra ver se consigo transformar em algo que eu possa segurar, em alguma coisa que seja sólida o bastante pra eu saber que sinto saudades sim, mas de algo real, eu não toco mais existe, longe ou perto, está bem ali.

Eu não quero ter que pensar muito, só tentar sentir um pouco mais, sentir tudo de uma vez e esgotar os sentimentos o mais rápido possível, me concentrar no abraço que me cabe, focar no mais fácil pelo menos dessa vez, não que o mais fácil seja realmente fácil, ele só é tocável, de uma maneira boa de se tocar, é novo, mas não me dá medo, o tipo de pessoa que te faz querer ficar e se acomodar, que sorri bonitinho, abraça bonitinho, beija bonitinho, o tipo fácil de gostar, tão fácil que eu já gosto, gostando sem a expectativa de gostar de alguém, esperando receber mesmo gostar de volta.

Então eu me divido como sempre, a razão nunca vence, eu nunca venço, meus sentimentos tem vontade própria, e eu vou contra o óbvio, de maldade comigo mesma, pra ver até onde eu aguento, como se eu gostasse de lamber minhas feridas depois do estrago, eu podia evitar, tem sempre alguém querendo cuidar de mim, sempre alguém disposto a resolver minhas confusões, mas eu gosto da bagunça interna, como se só assim eu conseguisse me encontrar.

Vai menina, a vida sempre te trouxe tudo pronto, dessa vez você não duvida, só aceita e agradece, se não der, você tentou como sempre, até não poder tentar mais.

terça-feira, 25 de maio de 2010

About Life

''Às vezes dá vontade de desistir de tudo, não sair mais de casa, dormir e dormir.
Acabo sempre acordando cedo no dia seguinte, continuando tudo da mesma forma, na verdade não sei bem pra quê..''

Descobri


"Eu me descubro ainda mais feliz a cada pedaço seu e de tudo o que é seu. Às vezes você é tão bobo, e me faz sentir tão boba, que eu tenho pena de como o mundo era bobo antes da gente se conhecer.Eu queria assinar um contrato com Deus: se eu nunca mais olhar para homem nenhum no mundo, será que ele deixa você ficar comigo pra sempre? Eu descobri que tentar não ser ingênua é a nossa maior ingenuidade, eu descobri que ser inteira não me dá medo porque ser inteira já é ser muito corajosa, eu descobri que vale a pena ficar três horas te olhando sentada num sofá mesmo que o dia esteja explodindo lá fora. E quando já não sei mais o que sentir por você, eu respiro fundo perto da sua nuca, e começo a querer coisas que eu nem sabia que existiam."

About me


Eu sei amar. Mas não sei fugir. Por isso, não tente me parar. Não me peça para não ir. Não me diga para tomar cuidado, eu não sei amar mais ou menos. Quando eu decido, eu vou. Me entrego, me arrisco, me corto, me estrepo, azar meu, sorte minha que nasci assim: vim ao mundo para sentir. Meu coração se esgarça, a vida se desfaz, me embolo em mim mesma, dou nó. E daí ? A vida é minha. O amor é meu. Me dou de bandeja pra quem eu quiser. Você aí quer? Quer mesmo? Então leva. Mas leva tudo. Leva e não devolve. Só devolve se eu pedir. Amor não tem garantia, mas tem devolução. Pode começar do nada, pode acabar de repente, pode não ter fim. Mas tem sempre o meio. Amor tem gosto de pele, língua e segredo. Amor tem gosto de cobertas, descobertas e travesseiro. Você imagina quantas meninas existem em mim? Toda mulher é uma surpresa, uma torta mil-folhas, um bombom diferente em um lindo papel celofane. Quer provar? Eu posso acordar doce, ficar amarga e até dormir ácida sem você perceber. Mas eu quero que você perceba. Eu quero que você se alimente do que há de melhor e pior em mim. Eu quero te mostrar cada gosto, te misturar, te revirar o estômago, te virar do avesso, jogar a receita fora. (Nada de banho-maria!). O amor não tem regras, o desejo não tem limites. Minha boca é do tamanho do meu coração.

Que seja doce!

"Então, que seja doce.
Repito todas as manhãs, ao abrir as janelas para deixar entrar o sol ou o cinza dos dias, bem assim, que seja doce.
Quando há sol, e esse sol bate na minha cara amassada do sono ou da insônia, contemplando as partículas de poeira soltas no ar, feito um pequeno universo; repito sete vezes para dar sorte: que seja doce que seja doce que seja doce e assim por diante.
Mas, se alguém me perguntasse o que deverá ser doce, talvez não saiba responder.
Tudo é tão vago como se fosse nada."

;;


"Se tens um coração de ferro, bom proveito.
O meu fizeram-no de carne,
sangra todo dia..."


José Saramago


** o meu também!

Ir-remediável


Mas se eu tivesse ficado, teria sido diferente? Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais — por que ir em frente? Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia — qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê. Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido

.

O problema não é pensar em você, e sim teu rosto não sair da minha mente.
E se eu te levar até as nuvens, sua queda será maior quando eu te jogar no chão.

Vale a pena ler..

Você tem medo de se apaixonar. Medo de sofrer o que não está acostumada. Medo de se conhecer e esquecer outra vez. Medo de sacrificar a amizade. Medo de perder a vontade de trabalhar, de aguardar que alguma coisa mude de repente, de alterar o trajeto para apressar encontros. Medo se o telefone toca, se o telefone não toca. Medo da curiosidade, de ouvir o nome dele em qualquer conversa. Medo de inventar desculpa para se ver livre do medo. Medo de se sentir observada em excesso... Não suportar ser olhada com esmero e devoção. Você tem medo de se apaixonar por si mesma logo agora que tinha desistido de sua vida. Medo de enfrentar a infância, medo de ser a última a vir para a mesa, a última a voltar da rua, a última a chorar. Você tem medo de se apaixonar e não prever o que pode sumir, o que pode desaparecer. Medo de se roubar para dar a ele, de ser roubada e pedir de volta. Medo de que ele seja um canalha, medo de que seja um poeta, medo de que seja amoroso, medo de que seja um pilantra, incerta do que realmente quer, talvez todos em um único homem, todos um pouco por dia. Medo do imprevisível que foi planejado. Medo de que ele seja o homem certo na hora errada, a hora certa para o homem errado. Medo de se ultrapassar e se esperar por anos, até que você antes disso e você depois disso possam se coincidir novamente. Medo de largar o tédio, afinal você e o tédio enfim se entendiam. Medo de que ele inspire a violência da posse, a violência do egoísmo, que não queira repartir ele com mais ninguém, nem com seu passado. Medo de que não queira se repartir com mais ninguém, além dele. Medo de que ele seja melhor do que suas respostas, pior do que as suas dúvidas. Medo de ser destruída, aniquilada, devastada e não reclamar da beleza das ruínas. Medo de ser antecipada e ficar sem ter o que dizer. Medo de não ser interessante o suficiente para prender sua atenção. ...Medo da independência dele, de sua algazarra, de sua facilidade em fazer amigas. Medo de que ele não precise de você. Medo de ser uma brincadeira dele quando fala sério ou que banque o sério quando faz uma brincadeira. Medo do cheiro das roupas. Medo do cheiro nos cabelos. Medo de não respirar sem recuar. Medo de que o medo de entrar no medo seja maior do que o medo de sair do medo. Medo de que a alegria seja apreensão, de que o contentamento seja ansiedade. Medo de convidá-lo a entrar, medo de deixá-lo ir. Medo da vergonha que vem junto da sinceridade. Medo da perfeição que não interessa. Medo de machucar, ferir, agredir para não ser machucada, ferida, agredida. Medo de estragar a felicidade por não merecê-la. Medo de não mastigar a felicidade por respeito. Medo de passar pela felicidade sem reconhecê-la. Medo do cansaço de parecer inteligente quando não há o que opinar. Medo de interromper o que recém iniciou, de começar o que terminou. Medo de faltar as aulas e mentir como foram. Medo do aniversário sem ele por perto, dos bares e das baladas sem ele por perto, do convívio sem alguém para se mostrar. Medo de enlouquecer sozinha. Não há nada mais triste do que enlouquecer sozinha. Você tem medo de já estar apaixonada.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Forget..

Eu realmente não pensava que essa história de esquecer fosse tão complicada. Eu que sempre dei conselhos para partirem pra outra e se valorizar que coisas melhores iriam aparecer, e quando menos esperava lá estava pra quem eu dava meus conselhos caindo nas tentações, eu sentia minhas palavras sendo levadas tão em vão, mas hoje eu aprendi que falar é tão fácil...Há coisas na vida que você só entende quando passa pelas mesmas situações. A nossa falha é pensar que esta tudo em perfeita estrutura, que passe o que passe você não vai se importar, quando basta apenas um aviso, algum comentário ou ainda pior alguma uma “visão”, pra abalar toda sua estrutura, todo aquele escudo que você trabalhou tanto tempo para formá-lo. É, já era...é exatamente quando você passa por essas situações que você discorda do que todo mundo afirma, o tempo as vezes não resolve nada.

Veja bem..


...Veja, eu estava saindo com alguém, mas ele saia com várias outras garotas. Acontece que ele não estava tão apaixonado como eu imaginava. O que eu quero dizer é que eu sei como é se sentir extremamente pequena e insignificante, e como isso dói em lugares que você nem sabia que existia. E não importa quantos cortes de cabelo, quantas academias você frequenta, ou quantas garrafas você toma com suas amigas, você continua indo pra cama todas as noites repassando todos os detalhes e se pergunta o que fez de errado, ou como pode ter entendido errado, ou como por aquele momento pensou que era feliz? Até se convence de que uma hora ele vai perceber e baterá na sua porta. E depois de tudo, ainda que essa situação tenha durado muito tempo, você vai para um lugar novo e conhece pessoas que te fazem sentir útil de novo e vai recompondo a alma, pedaço a pedaço. E toda aquela confusão, os anos desperdiçados da sua vida começam a desaparecer.

Antes que seja tarde demais.


Você tem idéia do quanto eu sinto a sua falta? Você tem idéia do quanto eu te amo? Você tem idéia do quanto eu choro por você? Você tem noção de alguma coisa? Não você não tem noção de como está tudo vazio sem você aqui. Não tem noção de como eu sinto a sua falta, eu nunca me senti assim. Nunca me senti tão dependente de alguém, como eu me sinto de você. Eu nunca me senti tão sozinha desde que você me deixou. Sério, eu sinto demais a sua falta, e isso me faz mal demais, me faz criar um buraco enorme aqui dentro, do qual eu ainda não sai. Eu penso que você ainda vai voltar, para nós continuarmos e escrever a nossa história, mas é inútil eu acreditar nisso, porque isso não vai acontecer, e nós dois sabemos disso. Por isso, eu estou aos pedaços. Por isso eu não vejo mais graça em nada. Por isso eu ainda me iludo tanto. Queria tanto poder te encontrar, só por algumas horas, e te sentir de novo, poder te abraçar. Eu amo tanto você, mas tanto, que eu queria um dia conseguir escrever o tamanho desse sentimento e dessa dor que você me causa. Ambos, a dor e o sentimento, são grandes demais. E eu estou a cada segundo, minuto, horas, dias, meses, perdendo as forças pra continuar sem você. É difícil demais, e ninguém consegue entender o porque disso. Porque você não deve se sentir como eu me sinto, não é á toa que você já achou outra pra ocupar o meu lugar no seu coração. E eu? Quando vou achar alguém, do seu tamanho, do tamanho do amor que eu sinto por você, pra tapar esse buraco que você causou, e roubar o meu coração de você? Vai demorar muito? Como eu disse, eu estou perdendo as forças, eu estou morrendo aos poucos.. Eu não aguento mais isso, queria poder ir embora de uma vez, pra não ver mais você com ela, pra mim não ficar mais sofrendo por alguém que nem lembra mais de mim. O que fazer, quando a pessoa que mais te faz sofrer, chorar.. For a que te faz mais feliz? Por favor, alguém me diga o que fazer, antes que seja tarde demais.

sábado, 22 de maio de 2010

Me lembra você!


E hoje percebi que você conseguiu me fazer odiar tudo aquilo que eu mais gostava . Os filmes de que eu era tão viciada , hoje não mais os assisto por todos me lembrarem você . Aquelas músicas , sim aquelas , aquelas que tanto amava , eu não as ouço mais por todas me lembrarem você . Aqueles livros , em que eu passava horas a viajar , já não os leio , pois todos falam de amor , e amor adivinha , ele me lembra você . E sabe aquele cara perfeito , aquele em quem eu idealizava , que queria ter para mim , que queria viver para sempre ao lado dele ? Pois é , não mais o imagino , pois ele , me lembra você .

Olhares falsos


Hoje dizer que vai ser eterno, é perda de tempo! Nada dura para sempre, nem um amor, uma banda, uma amizade. As pessoas mudam com a velocidade do tempo e as coisas perdem sua intensidade. Sorrisos são sem brilhos, olhares são falsos, palavras são serpentes, abraços armadinhas mortais, um aperto de mão pode se tornar um caminho a destruição. Pra que tudo isso?É realmente necessário, usar todas essas armas?Ta na hora de parar-mos e olhar pro relógio, correr contra o tempo, inverter a situação, pois estamos transformando gestos simples em armas de guerra. Talvez regredir não seja tão mal assim. Crianças são melhores que os adultos, pode ser que aquela queda que você levou, não machucou tanto quanto o abraço de hoje.E que correr para bem longe seja o melhor remédio para ser feliz.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

A culpa é toda do seu cérebro!


Sabe o que acontece quando o desespero chega e você acha que não tem mais forças?
Você procura por alguém que esteja disposto a apoiá-lo, aconteça o que acontecer.
Geralmente, você se apaixona por essa pessoa, quando ela só quer te ajudar porque tem um carinho por você, ou ela sente pena. E é ai que você acha que encontrou o amor da sua vida e acha que só essa pessoa pode trazer a felicidade de volta, que o sol só vai brilhar se ela estiver ao seu lado.
FFFFUUU Não vai acontecer, pare de ser romântico agora, e aprenda que única pessoa que você precisa pra se manter vivo é você mesmo, ou um psicólogo simples assim.
Você não precisa que alguém seja o seu motivo, ainda mais se for uma pessoa que não gosta de você da mesma forma, isso só vai servir para te afundar mais.
É claro que eu acredito no amor, também não sou insensível a esse ponto. Mas o amor nada mais é do que ciência, existe o cheiro certo, o tipo certo de pessoa pra cada um de nós, a pessoa que vai fazer com que a espécie seja preservada perfeitamente, sim estou falando de sexo, que além de servir pra diversão de muitos, também serve pra procriar, obviamente... por isso o seu corpo vai procurar por pessoas que tenham o melhor biotipo para reproduzir e formar uma melhor 'raça'. é por isso que eu gosto de cabelos bagunçados e meninos baixinhos, meninos assim me atraem bjs e se você acha que eu estou fugindo do assunto, você está errado!
Toda essa história de alma gemea e essa merda toda, foram inventados pra iludir você, a sua metade da laranja é aquela pessoa que mais corresponder ao que o seu cérebro procura, o coração não tem nada a ver com isso, a não ser pelo fato de bater loucamente quando você vê alguém que lhe faça sentir algo do tipo, felicidade e nervosismo extremos, ficar meio nas dorgas e algo mais que não pode ser descrito aqui, porque eu não sei que palavras usar, rs.
É isso, o seu cérebro te engana e você nem sabe, na verdade agora você sabe porque eu acabei de te contar. Então cara, cuidado. Se estiver em estado de calamidade emocional nunca diga que está apaixonado, tente afastar ao máximo aqueles pensamentos 'ela veio pra me trazer a felicidade' OMG isso não existe, vá procurar um psicólogo que ele vai te trazer a felicidade com um ótimo remédio.
Certo, você pode até achar que encontrou alguém por quem se 'apaixonou', mas pode crer, foi o seu cérebro, ele conspira contra você o tempo todo.

Sim, já fui no psicólogo e ele disse que eu estou em perfeito estado de saúde mental. -n
xx

decepções constantes.

Pois é, mal acabou uma e começou outra. Isso é tão triste.

Dias e dias lutando contra, pensando que a errada era eu por desconfiar de algo que não estava acontecendo. E mais uma vez quebrei a cara. Porque comigo? Ou melhor, porque fazer isso?

Eu não entendo essa mania que as pessoas tem em fazer mal aos outros, em ignorar quem tenta de todas as maneiras, fazê-lo bem. Não entendo o porque da mentira, da ignorância, da falta de carater. É, eu disse que assuntos que me envolvem, ou te envolvem, geram conflitos difíceis.

Seria tão mais fácil por um final em tudo isso, quando ao contrário, só geram ilusões e alimentam algo que de fato, não vai acontecer. E após alimentar, te ignoram literalmente. E sabe o que é pior? De mim, não sai raiva alguma perante esse assunto, porque o único que consigo sentir nesse exato momento são nauseas, por ter sido tão idiota ao ponto de deixar de lado tantas coisas por viver, pra me levar por ti.

É, em pensar que iria percorrer milhares de milhas por ti, por um convite talvez feito por mera obrigação, ou educação, mas jamais por vontade própria. Quem sabe um dia eu aprenda a ver com olhos maliciosos, e assim ver quem realmente me quer bem ou quem simplesmente, não me quer.

E eu espero que essas malditas decepções, acabem de uma vez, porque não aguento mais esses golpes que me dão, a cada dia que me decepcionam mais e mais. Eu não esperava isso de ti, de novo. Mas ok, aconteceu, então seja feliz, mas longe de mim, por favor. Eu não quero mais sofrer.

Pois é, acho que o frio congelou meu coração. Ou fez ele pensar, talvez.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Morro por ele!

''- porque é assim? porque comigo? o que vai ser de mim ?''

Ela se perguntava aflitamente. Tentava aguentar aquela faca cravada fortemente em seu seio esquerdo. Naquelas noites deitada em seus quarto e sua unica companhia a solidão, misturada com gotas e mais gotas amargas escorrendo pelo seu rosto, fazendo a dor nunca ir embora. Que a saudade o desejo e o amor, o carinho e aquele fogo ela queria gritar por para fora, queria dar-se por completa ao seu bem amado. O que deus destinou a ela amar até o fim dos tempos. Poderia ser loucura, mais ela era uma amante do amor, ela crer que ele pode tudo, ele é tudo, ela crer que supera tudo. Ela o queria mais que a própria vida, ela daria a vida pra mergulhar naqueles lábios,naquela pele. para ela é maior que a imensidão do mar.
mais forte que qualquer outra coisa. E ela entraria nessa guerra, na guerra de busca o amor até onde não tivesse entrega ao seu bem amado, aquele que tinha seu coração.
Aquele que era dono de seus olhos, todo de todo seu ser e ela não arrumara maneiras de explicar e demonstrar tamanho sentimento, porque ela sabia que ia além da vida, ela sabia que nenhuma daria a vida por aquele rapaz, o seu desejo o seu homem, ela sabia que se não fosse ele não seria ninguém mais.
e ela sentaria na praia, a beira do mar, ela vai sentar naquela praia, a esperar você chegar de mansinho e no final como nos filmes com um beijo selar aquela amor incontrolável. Ela esperara o infinito pelo seu amor. Pela sua fortaleza ela sabe que ele vem, então passara noites e noites sentada, frio, calor e enfrentara de tudo a esperar.
Ela não deixará de acreditar no amor, ela sabe do seu amor e que no final tudo entrar em seu devido lugar. Ela vai esperar por ele, ela vai viver por ele, e vai morrer por ele, porque amor assim é louco, é avaçalador, incondicional, viciante, incontrolavel, insubstituivel.
e no final, em cada dia acabará com um ''eu te amo'' e ela adormecera em seus braços.

Promessas e mais promessas ;

Promessas? são poucas as compridas. Eu te prometi tanto. Você me prometeu o mundo. Prometeu estar presente em todos os dias da minha vida. Prometeu ser o motivo da minha felicidade, e hoje é o motivo de toda minha tristeza. Promessas são feitas, mais não são compridas. É tão difícil. parece que já se passaram 50 anos longe de você. e eu me vejo deitada, infeliz, pensando em tudo. Pensando em nós, e me doi, porque nunca houve ''nós''. Haviam sonhos, que me acompanhavam a cada dia. Sonhava que quando tudo acabase, você estaria aqui, eu ia olhar da janela, e lá em baixo estaria me esperando. Eu prometi te amar até o dia da minah morte, prometi viver pra você. Você se foi, e me deixou apenas com as promessas. Hoje eu estou de pé, com sua lembrança, com o mesmo amor, o amor que nunca chegou a acontecer, fotografias que não chegaram a ser tiradas. beijos que não foiram dados, e que permanecem comigo. E mais umas vez eu estou prometendo. Onde quer que eu vá, te carregarei comigo. Você nem chegou a me ter. Foi embora antes mesmo. É confuso não? me doi falar que te amei em vão. Cade você esta a noite, para me prometer mais? O para sempre não existe, nunca existiu. Oque adiantou você me prometer? Você disse que não ia soltar minha mão. Mais a qualquer tempestade, me via sozinha. Promessas? são poucas as compridas. Eu te prometi tanto. Você me prometeu o mundo. Prometeu estar presente em todos os dias da minha vida. Prometeu ser o motivo da minha felicidade, e hoje é o motivo de toda minha tristeza. Promessas são feitas, mais não são compridas.

Amada por você.

Estou contando até 10! estou respirando fundo. Pra falar pra você tudo que eu penso e sinto, te falar o que você não vê e nem vai entender. Estou me sentindo um lixo, um problema, sou um peso pra você? sou boba? As lágrimas foram derramadas, e eu não sei o que fazer. Eu me sinto uma neurótica, paranóica, idiota, louca. Isso tudo por você. E não ache baboseira! Eu pensava que pela primeira vez daria certo, que eu estaria feliz, mais um sorriso engana, sonhos se destroem, e alguém sempre sofre mais. Eu estou sofrendo. Pesei que teria alguém! GOSTARIA DE SER AMADA, AMADA POR VOCÊ. Por que esse tempo? você não quer me magoar? me desculpa, mais estou despedaçando por dentro e só você não vê, estúpido, criança. SOCORRO! cadê você? você tomou conta da minha vida. Eu busca saber como e porque, chega a ser ridiculo, sou ridicula! Estou sem saída. O que quer de mim? não parece me amar como diz, eu sei o que é amor, se não sei, chego mais perto de saber do que você . E quando você passa, quando te vjeo eu fico sem graça, me falta o ar. Amo teu sorriso, tua boca, teu olhar, teu andar, tua voz, Amo até suas idiotice, amo ficar calada me imaginando com você. Não sei te odiar, nem por um segundo, nem se eu quisesse. Porque estás fazendo isto? Só queria estar ao teu lado, eu quero estar junto a ti, queria te ajudar, te acalmar, reconfortar, te chamar de meu, porque eu sou tua. Sou uma boba por isso tudo! Mas não mando no meu coração. Porque você diz que quer, e diz sempre não. Você não sabe o quanto quis te encontrar agora que encontrei você quer se afastar. Não sei até quando vou aguentar isso, pense um pouco em mim. Não quero que isso chegue ao fim. Adiantaria alguma coisa se eu te dissesse que ninguém no mundo pode amar tanto alguém como eu te amo ?

Essa noite!

Não lembre de mim quando sorrir, da sua felicidade eu quero estar distante. Eu quero estar ausente, nos momentos triunfais da sua vida. Deixe-me fora do seu pensamento,
não lembre de mim quando sorrir. Mas não me esqueça quando sofrer.
Não é nada, é só uma dor que não passa, uma ferida que não se fecha, um mal para o qual não há cura, não é nada além dessas coisas, ligadas às dores de falsos amores. Não é nada, é só a solidão, fazendo morada em um coração, vazio e cansado, sempre machucado. É só decepção, descrença, desilusão, traição. Não é nada, acredite,só vontade de chorar,de sumir, de fugir daqui. Não é nada, é só raiva, ira, ódio, que me deixa cega e machuca por dentro. Não é nada, são apenas as lembranças do que poderia ter sido e não foi. Não é nada demais, estou procurando a solução, e mesmo que eu não encontre, a vida não vai parar. Não é nada, vai passar, as lágrimas irão secar. Não é nada, foi só uma força que destruiu, o que ja não mais existia. Mas essa noite, tentarei guarda toda a dor em uma caixa, tentar não faze-la abrir, deixar tudo longe de mim. Pelo menos por essa noite.

Não existir

Eu estou longe de ser uma pessoa totalmente normal, as vezes me acho totalmente louca. Pensamentos estranhos e confusos vem em mente, e meu passado, vive em mim como um presente, e eu me pergunto porque tudo tem que ser assim, e porque meus olhos ainda choram. Mais se for escrever todas minhas duvidas , angustias, perguntas, minhas tristezas. Nem em mil palavras conseguiria.
Toda noites eu tenho medo, medo de dormi e acordar, ver que nada é como eu esperava. E nos meus sonhos, são tantas imagens confusas que me atormentam, eu acabo enlouquecendo, não sei quem sou, e para onde vou, o que vou fazer.
A cada dia parece que a ferida que existe em meu peito aumenta, eu não sei o que me faz feliz exatamente, e fico imaginando mil maneiras de morrer.
E se soubessem que estou assim agora, que estou sem rumo, e minha vida não tem sentido em nada, para mim respirar não tem mais graça. Estragou tudo de uma tal forma, e estou aqui a derramar lagrimas, e de minhas certezas as poucas, eu apenas tenho uma, concreta : não querer mais existir.


Não vá sem ao menos escutar,

Minha vida se resume em um mar, um mar só de tristezas. Agora me pergunto o que me faz feliz. Se eu nunca estive tão sem rumo. Por que você fez isso? Queria que tudo fosse diferente, mas esse final eu já conheço. E mas uma vez quem sofre mais sou eu. Eu Odeio as vezes saber tanto do amor. Saber tanto o que é amar. Odeio sentir essa dor. Preferia quebrar todos os meus ossos do corpo, e esfaquear meu coração do que senti-la. Pensei que eu não iria senti-la com você. Pensei dessa vez teria o final feliz. Por que você é meu final feliz. Você nunca na vida vai saber o tamanho do mal que me fez. O tamanho da dor que eu carrego hoje. O tempo vai passar, a dor até consegue passar, mas a ferida não fecha tão cedo com o piscar dos olhos, a cicatriz vai continuar lá . Para sempre. SEMPRE, a palavra que você mas teme. E a que vai viver comigo pelo resto da vida.
POR QUE NÃO TEM SENTIDO A ETERNIDADE SEM VOCÊ. Hoje eu morri, a parti de hoje eu passo a penas a existir. O que você pensar? O que você quer? Obrigada, você conseguiu. Eu nunca amei tanto como agora. Se eu achava que tinha, eu me enganei. Esta difícil acreditar em suas palavras. Eu não sou perfeita, e nunca fui. Mas lutava para tentar ser, pelo menos ao seu ver. Eu queria enfrentar o mundo, o universo por você, pelo ''nosso'' amor...O meu amor. O amor vai além do que você pensa que vai. O que passa em minha mente, mesmo parecendo ridículo, bem... eu me entreguei, e você não... Eu preferia morrer do que ficar sem você. Meu coração sangra em te imaginar em outros braços, com outros lábios. Outra historia, Coração partido, um choro sem sentido, um dor mortal. Meu coração se converteu a gelo. Hoje o céu não estava mas o mesmo, e a lua me abadanou também, como todos em minha volta. Tenho que continuar, mas não vivo sem você. E a cada segundo eu me lembro de tudo que passamos, e agora estou dançando sem você. Nenhuma das suas palavras doces vão me reconfortar. Meus olhos ardem de tanto chorar, meu sangue pulsa, e minha cabeça dói. Onde eu estiver eu vou te amar, e nos meus braços guardo abraços para te esperar. Hoje vi o quão idiota eu fui e sou. Hoje me pergunto por que começou? O que eu errei? A vida me tirou tudo, e a única coisa que restava :Você. Ela conseguiu tirar. A única coisa que me fazia ficar de pé. O que vai ser de mim agora? O que vai ser dessa dor? Nem todas palavras do mundo definia o meu amor, hoje nenhuma delas define minha dor. As lágrimas já viraram sangue, eu morri na batalha. Ninguém vai me levantar, eu não vou levantar. O tempo vai passar, e eu não vou te ter. E nas minhas lembranças não consigo te esquecer, nunca esquecerei. Mas uma vez eu me enganei, mas uma vez eu arrisquei. Mas uma vez eu cansei. Eu te amo, Eu te amo, Eu te amo. MEU AMOR, eu te amo! Minha única certeza sempre será esta. Então eu irei embora. Vou te libertar, e sem mim vai encontrar a felicidade. Vou levando as canções, a doces lembranças, os versos nunca ditos, os beijos nunca dados.Vou embora, e um dia espero que quando lembrar de mim ou ouvir nossa canção, abra um sorriso, e lembre que ninguém nunca te amou, nem vai te amar a metade do que eu te amei, e vou continua amando. Eu vou estar aqui amor, mesmo que tenha soltado minha mão. Permaneço segurando a sua...Olho para trás e vejo que te deixei escapar, tive sonhos, chances, você, tudo em seu lugar...Vou embora, e um dia espero que quando lembrar de mim ou ouvir nossa canção, abra um sorriso, e lembre que ninguém nunca te amou, nem vai te amar a metade do que eu te amei, e vou continua amando. Eu vou estar aqui amor, mesmo que tenha soltado minha mão. Permaneço segurando a sua...

Vai viver em mim, por que eu vivo por você....

Nem sempre quando eu sorri foi sério, minha vontade era de chorar


De novo, hoje dormirei chorando. Hoje mais um choro perdido de ante tantos.
Sim a vida não é justa. Ela nos derruba sem pena alguma, e ficamos lá. Acho que nós seres humanos somos tão ridículos, ao ponto de viver dependentes de alguém para sermos felizes. Eu cansei de depender de alguém para conseguir ficar bem. Cansei de dar tanta importância as pessoas em minha volta. Nunca dei importância a mim. Ao que o meu coração esta pedindo. Nunca realmente quis escuta-lo. Talvez eu nunca quis viver realmente. Presa ao passado, as pessoas, a vida me derrubando como sempre. E eu sempre digo para ser forte, para aguentar. Levanto os outros, e eu continuo caída. EU QUERO ME SALVAR. Talvez minha alma ainda tenha cura. Talvez meu coração remendado volta a bater com mais força, vou tentar respirar fundo....Por que eu acredito no amor, acredito em sonhos, só falta acreditar em mim. No que eu sou capaz. Dizem que sou tantas coisas, mas eu realmente estou cega enquanto a isso. Mas eu vou me salvar, pelo menos tentar.Eu não sou nada disso que acham que sou, eu nçao sei quem sou, ou o que sou capaz, eu sou uma merda. Estou só agora, só tenho a mim mesma. É agora ou nunca. A vida não vai esperar por mim, nem as pessoas, não vou mudar o que sou. Me pergunto como faço tudo em minha volta ficar assim, como deixo escapar tudo em minhas mãos? Como posso viver em briga contra minha mente e coração. Não sei por onde começar, ou se isso tudo é só mais outra tentativa falha, talvez eu esteja fingindo para mim mesma que realmente eu sou capaz. O que adianta ter dentro desses remendos bondade e amor? O que adiantar ter sonhos perdidos, e fé nesse mundo de merda, nessa minha vida. Engulo a seco o choro e vivo morrendo aos poucos, não me importo muito EU JÁ NÃO TENHO NADA A PERDER MESMO. Por que eu cansei realmente, e todas as vezes que eu quis desistir, até medo disso tinha. E agora, quem vai me impedir?

Sanidade mental .

O vento esta rangendo na janela, a lua esta olhando para mim, o cigarro esta aceso. A garrafa vazia, estou caída, o escuro consome tudo em volta. Não estou sentindo o meu corpo, nem meus pensamentos. Meu coração bate lentamente, como se fosse o fim. Quem dera! Eu logo penso. Os sangue no meu pulso não valem de nada. A voz está valha, e eu não consigo gritar socorro. Eu vou continuar aqui, nesse estado alcoólico, com o cigarro aceso, e o sangue espalhado. Ninguém pode me salvar agora. Estou no meu inferno particular. Continuarei rindo para você, Continuarei ''bem'' aos olhos alheios, mas o que eu faço a noite do meu quarto só eu sei. Só eu sei quantas lágrimas derramadas, quantos gritos calados.


Minha mente me controla para não fazer alguma loucura, e meu coração grita por parar. Minha sanidade mental esta por fio. Quero ver quem vai esta ao meu lado quando tudo isso acabar. Não me responsabilizo pelos meus atos. Os sangue pulsa forte, meus pulsos fecham, a raiva e o ódio me consomem. Grito forte, quem irá me escutar? Quem ira me dá a mão? Quem vai dizer que eu sou normal? Quem vai mentir dizendo que tudo vai da certo? A morte me chama a cada dia, e eu me pergunto, o que ainda estou fazendo aqui?

Me sinto perdida #



Queria parar de acreditar tanto no amor. Queria jogar fora todos esses sonhos bobos e imaturos me meu coração. O amor não vai acabar como os filmes de final feliz, não tem fada madrinha, não tem príncipe e eu estou longe de ser uma princesa. O meu castelo era de areia e o mar já o destruiu por completo. Estou acordando aos poucos. Dói ver que nada é como eu gostaria. Que o amor que eu sonho e busco, eu não encontrarei. Eu quero me sentir amada, desejada. Quero amar alguém com cada parte do meu ser, queria o meu alguém. Alguém que deus enviasse só pra mim e mais ninguém. Sonhos, o amor verdadeiro não só existe em sonhos. Metade de mim é amor. E a outra metade também, ele que me faz continuar. E eu vivo com essa esperança frustrada. essa carência incurável e eterna.
As vezes me pego em outro mundo. Um mundo só meu. Onde talvez só nele eu seja realmente feliz. Sem ter que fingir estar bem a cada segundo nessa triste realidade onde eu vivo. Onde vivo sorrindo quando quero chorar. Onde eu vejo pisarem em mim como lixo. E eu sou boba, por insistir nas pessoas, por sempre querer o bem. Mesmo sabendo que o mal toma conta de todos. Aqui só tem espaço para o egoísmo, falsidade e mentiras, onde só há desamor. E o amor então? Vive em meus sonhos, vive em meu sangue. E sigo tentando planta-lo nos corações de cada um que ainda sonha. Sigo lutando contra o ódio o orgulho. Mesmo que nada que eu tente funcione, no final da guerra saberei que tentei. Olho de longe meu castelo caido, sonhos desmoronados no chão. Lágrimas geladas em minha face. E a esperança em meu sorriso. Lutando para não desistir agora. Olhando em volta, olho as pessoas eu me pergunto o que eu faço aqui? Se tudo gira em torno do dinheiro, quando custa a felicidade então? Eu pago o preço que for. Eu vou onde for. não sei por quanto tempo os sonhos ficaram vivos em mim, por quanto tempo a esperança vai existir em me guiar. E quando meu coração grita, me sinto perdida, e não à ninguém, nada que o acalme.

Mais aconteceu;

Eu gostaria de arrumar um jeito para te dizer como meu coração fica ao ver você. Busco palavras, frases feitas, se fosse o caso buscaria as estrelas para te mostrar que por ti eu faço qualquer coisa. Por que quando eu abro os olhos e vejo essa cruel realidade, vejo que em você encontrei o meu final feliz. O meu ponto de paz. Onde eu posso fugir e continuar a sonhar. E poder finalmente acreditar mais em mim. Por que eu amo o ruido do seu sorriso, amo a sua cara de bobo quando conta coisas sem graças e você ri, com uma inocência de uma criança. Amo quando me abraça forte e eu me sinto segura, como se mas nada pudesse me atingir. Amo suas caretas, seu jeito moleque. Amo quando você atende o telefone e me chama de amor. Amo o modo que me faz rir. Amo quando o seu jeito de dizer que me ama. E nos meus olhos eu não vejo mais ninguém além de você. Gosto da sua voz, gosto quando me segura forte e nossos corpos ficam tão juntos, como se fosse apenas um.
E a cada gesto, e a cada beijo e a cada sorriso. A cada momento nosso, eu tenho a certeza que eu preciso de você, e agora não existe mais ninguém. E ''eu te amo'' já não é o bastante. Não sei se foi o destino. Não sei se foi coincidência. Ou foi deus que quis assim. Mas aconteceu. E eu não quero que tenha fim. E por sua felicidade sou capaz de qualquer coisa. Por que eu deixei meu coração com você, e não o quero de volta. Eu te amo! te amo tanto que nada nem ninguém é capaz de destruir esse sentimento que tenho por ti! Por você vou além da vida. Eu amo passar o dia pensando em você, e tudo que faço e vejo eu lembro de ti. Não consigo achar outra explicação para tudo isso a não ser amor. Por que eu ainda quero dormir ao seu lado e te ver acordar, quero te ver sorrir a cada segundo e não te deixar chorar. E quando chorar, chorarei junto a você. Quero correr por ai apenas eu e você. esquecer de tudo do mundo e ser apenas nós. E ''eu te amo'' já não é o bastante. Não sei se foi o destino. Não sei se foi coincidência. Ou foi deus que quis assim. Mas aconteceu. E eu não quero que tenha fim.

Eu não quero ):

Quando não estou bem, me agarro em coisas que me fazem mal, penso coisas ruins, acho que tudo pode dar errado. E lá vem o amor de novo, as vezes o chamo de "Maldito Amor" Quando penso que encontrei alguém ideal, eu quebro a cara por depositar confiança e ter certeza de que vai dar certo. A palavra ideal já diz tudo "Idéia" Coisa da sua cabeça, apenas isso, como uma idéia pode se materializar? Como uma pessoa da sua cabeça pode ser tornar real? As vezes acho que deveria matar o amor, não quero que ele se manifeste com a pessoa errada, não quero me magoar, não quero machucar o meu coração que já está coberto de feridas que ainda não cicatrizaram. Ainda acredito no amor, mas a idéia de uma pessoa ideal saiu de cogitação.

Mais a fila anda; ~

Cansei de esperar mudança de quem não muda, amor de quem não ama, felicidade de quem é infeliz. Incrível como a minha vida é cheia de esperas, só esperas. O engraçado é que enquanto eu fico parada esperando alguma coisa o mundo está girando, as coisas estão acontecendo. Quando estamos com ódio das pessoas queremos mudá-las de alguma forma, esse é o nosso erro. De tanto querermos mudança esquecemos de mudar a nós mesmos, de pensar em nós mesmos. Ao invés de mudarmos o que não muda, vamos inovar! Pensar mais em nós mesmos, se alguém não nos faz bem, bola pra frente, o filme tá rodando, a vida continua. Se estamos tristes, vamos rir do que não tem graça, que logo acaba tendo. Se estamos felizes vamos repartir essa felicidade com quem não está feliz. Não vamos mais esperar dos outros, vamos agir como queríamos que agissem. Porque enquanto nós fazemos a diferença, tudo em torno de nós vai se alterando. Coisas boas vão aparecendo, as amizades vão mudando pra melhor, conhecemos o que desconhecíamos, porque assim quando nós estivermos bem velhos, vamos poder olhar pra frente e afirmar com toda certeza: "Ah é ? Dancei, bebi, chorei, sorri. Tô bem de verdade!"

Desilusão'

Eu sei que o mundo que estou vivendo agora é perdido..mas nunca imaginei que me deixei me levar até esse ponto.As coisas estão sem-sentido pra mim porque iludi comigo mesmo sabendo que não existe essa história de 'amor a primeira vista' e tantas promessas que fiz pra mim para esquecer o mundo da ilusão, só enfrentar a verdade para quebrar as ilusões, mas não, confiei nas pessoas que não mereciam minha atenção.Eu estava com a consiência acreditando que chegaria alguém para me conquistar a qualquer momento..mas já que as vezes meus pensamentos são malditos, chegou.Foi como naqueles momentos que só acontecem em filmes, você pensa, espera, que um dia esse dia vai chegar e você também amará como aconteceu naquele filme.Que você nunca vai se machucar com nada, que nada derá errado pra você e seu objetivo sempre será o mesmo:amar.Vai por mim eu também pensava assim, mas nem sempre a sorte bate na sua porta..e por zica ou o destino, ela bateu na minha cara.Eu não estava ligando que um dia eu deveria ter a consiência de um adulto e não de uma criança e não ser tão ousado achando que tudo pode.E foi engraçado, pensei como uma criança perdida..pensando como esses iludidos que um dia achará o par perfeito.A vida é difícil e ninguém precisa mais ficar repetindo isso pra mim, porque depois de tantas promessas de amor, cartas e pedidos eu aprendi que estava vivendo de uma mentira.Mas agora eu me pergunto:O que o destino vai fazer? mandar outro alguém? ou sem querer uma pessoa esbarrará em cima de mim..e com um troque de olhares dispertará amor a primeira vista? não, eu não vou cair mais nessa.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

,

Sou uma pessoa que acredita que nada é por acaso, sei que não sou a única, porém, temos que saber interpretar os sinais que nos são dados: As vezes pessoas cruzam nossos caminhos e acreditamos que vai ser pra sempre, mas não vai, ela cruzou seu caminho pra te mostrar algo, ou para que ela descobrisse algo, existem pessoas que passam e se vão e existem aquelas que chegam pra ficar, temos que saber diferenciar isto para que nenhuma delas sofra. Essa é a diferença, não é só porque você acredita em algo, que tem o direito de exigir que outra pessoa acredite também. Você só consegue enxergar um caminho, mas isso não significa que ele seja o certo. O amor é feito de paciência, não de insistência, pois a insistência nunca vem só, sempre traz o sofrimento com ela. Não use o oportunismo pra conquistar um sentimento, use a sua capacidade, e lembre-se: nunca semeie o amor num terreno adubado pela dor, pois tudo que colherá será ilusão. Existem pessoas que tem medo do sofrimento, por já não terem mais forças pra lutar ou simplesmente não terem mais vontade pra isso, saiba reconhecer essas pessoas, e saiba realmente como ajudá-las, as vezes elas não precisam de outro amor, apenas de um ombro amigo. Cuidado, a dor nesse momento só faz distorcer os sentimentos e ambas podem se enganar.

x Suicídio .

- A morte não é tudo. Não é o final. É apenas uma passagem para a sala seguinte. Nada acontece. Tudo permanece exatamente como foi. Eu sou eu, você é você, e a antiga vida que vivemos tão maravilhosamente juntos permanece intocada, imutável. O que quer que tenhamos sido um para o outro, ainda somos. Chame-me pelo antigo apelido familiar. Fale de mim da maneira que sempre fez. Não mude o tom. Não use nenhum ar solene ou de dor. Ria como sempre fizemos das piadas que desfrutamos juntos. Brinque, sorria, pense em mim, reze por mim. Deixe que o meu nome seja uma palavra comum em casa, como foi. Faça com que seja falado sem esforço, sem fantasma ou sombra. A vida continua a ter o significado que sempre teve. Existe uma continuidade absoluta e inquebrável. O que é essa morte senão um acidente desprezível? Porque estarei esquecido se tiver fora do alcance da visão? Estou simplesmente a sua espera. Como num intervalo, bem próximo, na outra esquina. Está tudo bem !

Venha pra mim...

Eu estava sentada, sentada embaixo daquela árvore, - a árvore mais linda que eu já vira em toda minha vida. Seu tronco era grosso, e seus galhos eram todos cobertos de flores cor-de-rosa. - estava com um vestido, - mas não era um vestido normal, era um vestido de época. Igualzinho os que as moças da novela das 18:00 usam. - olhando para um lago que havia bem em frente.
Senti uma brisa fresca bater em meu rosto, fechei os olhos e respirei fundo. Era uma sensação maravilhosa... Uma leveza, uma paz que jamais havia sentido antes.
Minha menina - disse o rapaz - que também estava com roupa de época- enquanto andava em minha direção.
Ao ouvir aquela voz, toda aquela sensação de tranqüilidade que estava sentido, desaparecera - Agora, parecia que estava acontecendo uma explosão, dos mais diversos sentimentos prazerosos existentes, dentro de mim naquele momento.
Virei em direção a ele, abri um sorriso e disse já com lágrimas nos olhos:
- Eu sinto tanto a sua falta.
Ele não disse nada, mas percebi que também havia lágrimas em seus olhos.
Ficamos alguns segundos parados, olhando um para o outro.
Até que, parece que decidimos juntos, o instante em que sair do transe.
No momento em que pus a me levantar, foi o mesmo em que ele caminhou em minha direção, sorrindo.
Olhamos fundo, dentro dos olhos um do outro e nos abraçamos. Uma sensação inexplicável, incomparável, indescritível.
Era como se estivesse flutuando no espaço, uma paz interior tomou conta de todo o meu ser. Pude sentir nossos corações baterem em um só compasso. Era como se o meu corpo e o dele, fossem pertencentes de uma mesma alma.
Não sei ao certo quanto tempo durou, 5 minutos, 5 horas ou 5 anos.
Só sei que, decidimos juntos também, o momento em que nos separar.
- Onde está, meu amor? - perguntei, com ainda mais lágrimas nos olhos.
- Permaneço em ti, como sempre foi - disse ele, acariciando meu rosto.
- Eu preciso sentir o calor do teu abraço, mais uma vez. Venha para mim? Eu suplico.
- Seremos atraídos e unidos pela força de nosso amor, minha menina. -disse ele, limpando as lágrimas que caíam desesperadamente dos meus olhos - porém, ele também estava com lágrimas escorrendo por todo o rosto. - E sinto que este dia está próximo. -continuou ele.
- Não importa quanto tempo passe, eu estarei sempre te esperando, meu amor.
-Porque eu te a...

- ACORDA MENINA! Você vai se atrasar para a escola...



Venha pra mim, não agüento mais esperar, sei que estás por aí em algum lugar,
por isso suplico, venha me encontrar.

Venha para mim, preciso te conhecer,
confesso que tenho tanto medo disso nunca acontecer.

Venha pra mim, deixe-me sentir tua respiração,
preciso ter a certeza de que isso não é apenas minha imaginação.

Venha para mim, quero tanto me perder no teu olhar,
deixe-me lhe mostrar que é aqui o teu lugar.

Venha para mim, deixe-me fixar teu perfume para sempre em minha memória,
sei juntos, podemos criar uma bela história.

Venha, venha para mim...

Me abrace forte e deixe-me sentir o teu calor,
depois me beije, preciso também descobrir o teu sabor.

Should I?

Dessa vez não vou evitar dizer o que está na minha cabeça só porque eu sei que minha mente geminiana vai negar no dia seguinte, não fugirei de palavras bonitas porque quem diz não é uma pessoa perfeita, não arrumarei mil defeitos pra brigar contra as novecentas e noventa e nove qualidades, não desviarei meus olhos por medo de ter minha mente lida, não sumirei por medo de desaparecer, não vou ferir por medo de machucar, não serei chata por medo de você me achar legal, não vou desistir antes de começar, não vou evitar minha excentricidade, não vou me anular por sentir demais e logo depois não sentir nada, não vou me esconder em personagens, não vou contar minha vida inteira em busca de ter realmente uma vida.
Dessa vez não vou querer tudo de uma vez, porque sempre acabo ficando sem nada no final.
Estou apostando minhas fichas em você e saiba que eu não sou de fazer isso. Mas estou neste momento frágil que não quer acabar. Fiquei menos cafajeste, menos racional, menos eu. E estou aproveitando pra tentar levar algo adiante. Relacionamentos que não saem da primeira página já me esgotaram, decorei o prólogo e estou pronta pro primeiro capítulo.

Pelo simples uso do verbo querer;

Às vezes eu queria ter um cabelo curto, vermelho fogo. Ás vezes queria ser cheia de tatuagens, com um lápis escuro escorrendo maravilhosamente na chuva. Às vezes eu queria sair de salto alto, pelo simples desfrute de ficar mais alta – e mais elegante. Às vezes eu queria ignorar tudo e todos, valorizar apenas quem me faz bem. Às vezes eu queria que as pessoas parassem de julgar minhas atitudes, parassem de opinar na minha vida, nas minhas escolhas. Às vezes eu queria sumir, me esconder, ir pra um lugar qualquer, onde ninguém quisesse nada além da felicidade. Às vezes queria que as pessoas fossem um pouco mais verdadeiras e que soubessem amar. Às vezes queria ter mais tempo pra mim, pra minha família e pros meus amigos. Queria poder desfrutar mais de pequenos momentos felizes, queria apagar mais fácil da memória os tristes. Queria um lugar onde existissem amores e amizades pra toda vida. Queria um lugar onde o tempo parasse em certos momentos, onde a alegria e o desejo de viver fossem triplicados.. onde existisse paz, união e, no peito das pessoas, o eterno sentimento da juventude. Queria a simplicidade, a essência, o sorriso verdadeiro estampado no rosto de todos nós, meros mortais. Queria um mundo só meu, do meu jeito.. onde tudo funcionaria bem, onde todos seríamos felizes, pra sempre.

.

É comum as pessoas que lêem meus textos acharem linda a maneira como expresso meus sentimentos e o jeito como guardo esse amor avassalador e gigantesco dentro de mim por tanto tempo. E realmente pode até ser muito bonito o modo como eu escrevo, mas na prática não é tão agradável assim esperar por uma que eu nao sei se voltará. Escuto todos os dias " Ele não te merece", " para de esperar". E é realmente isso que eu tento fazer todos os dias, procuro ocupar todos os minutos do meu dia pára evitar aquelas singelas e magníficas recordações e quando eu penso ter conseguido vencer mais um dia é a pior hora dele: A hora de dormir. Porque nesse momento, sim, não importa o que eu tenha feito durante o dia, ele volta para me assombrar. E nessa hora eu posso jurar que escuto sua voz ao pé do meu ouvido e seu hálito quente no meu pescoço. Nenhuma coberta é suficiente para aquecer meu corpo do frio que sinto. Meu travesseiro parece ser feito do seu perfume, e não importa quantas vezes eu o lave ele não saí. É aí então que eu percebo, esse cheiro está impregnado em mim assim como as memórias e você não está falando ao pé do meu ouvido, é apenas minha saudade gritando com a minha coinciência. Tão alto que se torna impossível ignorar sua presença, meus sentimentos, impossível ignorar as lágrimas. E então, eu fraquejei outra noite mais uma vez.

Fatos #

Encarar os fatos é fundamental, pena que eu jamais tive coragem de realizar esse feito. Mas, infelizmente, chega uma hora que por mais que você tente ignorá-los você não consegue. E as verdades se concretizam em forma de tapas na cara para tentar lhe fazer enxergar que tudo o que você idealizou durante sua vida é, apenas, uma ilusão. O anel que você sonhou acordada durante anos? Nunca estará em seu dedo, porque nele habita o dedo de outra. A música que você sonhou ouvi-lo cantando ao pé do seu ouvido? Você jamais ouvirá, pois ela é cantada para ela neste momento. Aquele famoso “eu te amo” ? Não é pra você, nunca foi, e quando ele o dizia estava pensando nela. O ”eu aceito”? Será dito e não será você a noiva.Por fim, você sabe que é a hora de abandonar todas as ilusões, fazer as malas e sair em busca de verdadeiros sonhos, um verdadeiro romance e abandonar o ilusório que vem escrevendo há anos. Só abandonar, não rasgá-lo ou apagá-lo , pois no dia em que eu tiver que olhar pra trás, eu saberei que hoje sou mais forte por causa dos tapas que um dia eu tomei.

A carta que jamais foi entregue,

Bom, resolvi escrever essa carta pra dizer como foram os últimos meses depois que você foi embora. Queria poder dizer que foi fácil te esquecer, que estou bem e que nunca precisei de você pra ser feliz. Mas, infelizmente, minhas notícias não são tão boas quanto eu gostaria.
Sinto informar, mas é cada vez mais difícil pensar em você e não poder te ligar; É terrível acordar e perceber que tudo aquilo era só mais um sonho e que você, de fato, não está mais aqui. Parece que cada vez que tocam no seu nome se abre um buraco no meu peito que por mais que eu tente, não consigo achar a peça que possa ocupar o seu espaço.
E mesmo sabendo que você está muito melhor sem mim, eu ainda sim, faria de tudo para poder te ter mais uma vez por perto. Só pra poder sentir seu abraço, seu calor e poder fazer meus últimos votos que já foram ensaiados e decorados em frente ao espelho, mas que jamais conseguiram sair de palavras em uma carta que jamais foi entregue: “Eu espero que você encontre tudo o que vem procurando a vida inteira e quando essa busca se encerrar, que você tenha sonhos maiores para que nunca seja uma pessoa desmotivada; Espero que cada vez que uma porta se fechar na sua vida, que se abra uma janela; E caso um dia se sinta sozinho, lembre-se de mim, que estarei sempre aqui por você, que farei de tudo pra te alegrar, que rezarei por você todas as noites, que não te esquecerei nem um segundinho, que não deixararei de te amar enquanto existir vida. E no dia em que só me restará a morte, serei seu anjo”.

Antes de ser mãe,

Antes de ser mãe eu fazia e comia os alimentos ainda quentes. Eu não tinha roupas manchadas. Eu tinha longas conversas ao telefone. Antes de ser mãe eu dormia o quanto eu queria e nunca me preocupava com a hora de ir para cama. Eu não me esquecia de escovar os cabelos e os dentes. Antes de ser mãe eu limpava minha casa todos os dias. Eu não tropeçava em brinquedos nem pensava em canções de ninar. Antes de ser mãe eu não me preocupava se minhas plantas eram venenosas ou não. Imunizações e vacinas eram coisas que eu não pensava. Antes de ser mãe ninguém vomitou ou fez xixi em mim, nem me beliscou sem nenhum cuidado, com dedinhos e unhas finas. Antes de ser mãe eu tinha controle sobre minha mente,meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos... Eu dormia a noite toda. Antes de ser mãe eu nunca tive que segurar uma criança chorando para que os médicos pudessem fazer testes ou aplicar injeções. Eu nunca chorei olhando pequeninos olhos que choravam. Eu nunca fiquei gloriosamente feliz com uma simples risadinha. Eu nunca fiquei sentada horas e horas olhando um bebê dormindo. Antes de ser mãe eu nunca segurei uma criança só por não querer afastá-la do meu corpo. Eu nunca senti meu coração se despedaçar quando eu não pude estancar uma dor. Eu nunca imaginei que uma coisinha tão pequena pudesse mudar tanto minha vida. Eu nunca imaginei que pudesse amar alguém tanto assim. Eu não sabia que adoraria ser mãe. Antes de ser mãe eu não conhecia a sensação de ter meu corpo fora do meu próprio corpo. Eu não conhecia a felicidade de alimentar um bebê faminto. Eu não conhecia esse laço que existe entre a mãe e a criança. Eu não imaginava que algo tão pequenino pudesse fazer-me sentir tão importante. Antes de ser mãe eu nunca me levantei à noite a cada 10 minutos para me certificar de que tudo estava bem. Nunca pude imaginar o calor, a alegria, o amor, a dor e a satisfação de ser uma mãe. Eu não sabia que era capaz de ter sentimentos tão fortes ao mesmo tempo. Por tudo e, apesar de tudo, obrigada, Deus, por eu ser agora um alguém tão frágil e tão forte ao mesmo tempo.

ps: Postei esse texto, porque no momento se encaixa cmg .-.